Dolores O’Riordan, a inconfundível voz de The Cranberries, uma das bandas de maior sucesso nos anos 90, faleceu nesta segunda-feira aos 46 anos de forma repentina, segundo informou em um comunicado o representante da banda irlandesa, que não especificou a causa da morte. A artista, intérprete de sucessos como Linger e Zombie, se encontrava em Londres gravando.

“A líder da banda irlandesa The Cranberries estava em Londres em uma breve sessão de gravação”, afirmou o representante do grupo em um comunicado sem mais detalhes. “A família [de Dolores O’Riordan] está arrasada com a notícia e pediu privacidade neste momento tão difícil”, acrescentou.

Um comunicado da polícia confirmou a informação e acrescentou que o corpo de O’Riordan foi encontrado no hotel Park Lane da capital britânica às 9h05.

Ontem, muitos músicos quiseram homenagear a artista. Sua voz, escreveu o popular cantor irlandês Hozier, “questionou como uma voz pode soar no contexto do rock, nunca vi ninguém usar seu instrumento assim”.

O’Riordan sofria de transtorno bipolar. Deixa três filhos, que teve com Don Burton, ex-empresário do Duran Duran, com quem rompeu em 2014, depois de 20 anos de casamento.

Compartilhe nas Redes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *