Uma das mortes mais marcantes da saga Harry Potter certamente é a de Dumbledore – vivido nas telonas por Michael Gambon, Richard Harris e, em breve, por Jude Law na franquia Animais Fantásticos.

É sábido que J.K. Rowling deixou inúmeras pistas ao longo dos livros – e filmes – sobre alguns momentos-chave de Harry Potter, assim como o desfecho de alguns personagens. Em A Câmara Secreta, por exemplo, conhecemos o diário de Tom Riddle, que era uma horcruxe, termo do qual os fãs (e os protagonistas) nunca tinham ouvido falar e sua importância só foi revelada em O Enigma do Príncipe.

Por essa lógica, será que a autora poderia ter indicado a morte de Dumbledore bem antes de ele ser atingido por Severo Snape (Alan Rickman) e atirado da Torre de Astronomia em O Enigma do Príncipe? De acordo com uma teoria que anda circulando no Reddit, a resposta é sim.

O usuário xAnuq recentemente descobriu uma pista que sugere que Rowling insinuou a morte do diretor de Hogwarts no livro Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, através de uma previsão da professora Sibila Trelawney (interpretada nos cinemas por Emma Thompson).

A história é a seguinte: em seu terceiro ano na escola, Harry (Daniel Radcliffe) e Rony (Rupert Grint) decidem passar o Natal em Hogwarts. Então, eles são convidados para um jantar com Dumbledore, Trelawney e outros.

Quando a professora de Adivinhação se aproxima da mesa que tem 12 pessoas sentadas, ela surta e diz que se recusa a se unir a eles, “prevendo” o seguinte:

“Se eu me juntar à mesa, seremos treze! Nada poderia ser dasafortunado! Nunca se esqueça que, quando treze jantam juntos, o primeiro a se levantar, será o primeiro a morrer!”.

Na cena do livro, ninguém prestou muita atenção ao “ataque” de Trelawney, mas Dumbledore se levanta a fim de acalmar sua colega.

A teoria comenta um fato interessante: quando a professora de Adivinhação se aproxima, ninguém percebe que treze pessoas já estavam sentadas à mesa – mais tarde, no livro, descobriríamos que Pedro Pettigrew (vivido nas telas por Timothy Spall) estava no bolso de Rony o tempo todo, disfarçado como o rato Rabicho; afinal, o bruxo o carregava no bolso para todo canto.

A presença de Pettigrew aumentaria, então, o número de pessoas sentadas para treze. Logo, quando Dumbledore se levanta, ele cumpre a profecia de Trelawney. Esse pode ter sido o ponto que determinou o destino do diretor e as consequências da profecia da professora.

E você, o que acha dessa teoria?

Vale lembrar que Animais Fantásticos 2 chegará aos cinemas em novembro de 2018.

Compartilhe nas Redes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *