Em 2014, no interior do Wisconsin, nos EUA, as meninas Anissa Weier e Morgan Geyser esfaquearam Payton Leutner, uma colega de classe. Segundo a dupla, o crime seria uma forma de impressionar o Slenderman e evitar que o monstro atacasse suas famílias.

Na última quarta-feira, a Sony divulgou o primeiro trailer do filme Slenderman: Pesadelo sem Rosto e Bill Weier, o pai de Anissa, fez duras críticas ao longa em conversa com a Associated Press, dizendo que ele é uma tentativa de “popularizar uma tragédia”:

Um filme desses é absurdo. Eles estão popularizando uma tragédia, é o que estão fazendo. Eu não estou surpreso, mas acho isso de extremo mal gosto. O que eles estão fazendo é aumentando a dor dessas três famílias.

No momento, não é claro se o filme terá algum acontecimento inspirado no caso de Weier e Geyser. Em 2017, a HBO lançou o documentário Cuidado com o Slenderman, que fala sobre o crime em detalhes.

O personagem foi criado num concurso do site Something Awful que visava dar um ar sobrenatural a fotos do cotidiano. Segundo a lenda, o Slenderman sequestra crianças e influencia outras pessoas a cometerem atos horrendos. O monstro ficou popular após o jogo Slender: The Eight Pages, onde o protagonista tinha de reunir oito páginas de caderno antes de ser atacado pela criatura.

O elenco do longa é composto por: Joey King (Invocação do Mal), Julia Goldani-Telles, Jaz Sinclair, Annalise Basso e Javier Botet. Sylvain White, de The Americans, assume a direção, enquanto David Birke, de Elle, roteiriza a adaptação.

O filme está sendo produzido pelo estúdio Screen Gems, que é subsidiário da Sony Pictures. O selo tem um grande histórico de produção de filmes de terror, tendo sido responsável por filmes como O Exorcismo de Emily Rose e O Albergue.

Slenderman: Pesadelo sem Rosto chega no dia 18 de maio.

Compartilhe nas Redes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *